terça-feira, 24 de maio de 2011

terça-feira, 17 de maio de 2011

TV - Cultura - Esse tal de rock and roll (Documentário - R.E.M./Nirvana) - Parte 2

Segue a segunda parte do documentário Esse tal de rock and roll (Left of the dial) transmitido pelo melhor canal de tv aberta atualmente (disparado) na minha opinião.



segunda-feira, 16 de maio de 2011

Resumo de notícias oficiais

Read Goldmine´s Interview with Peter

notícia oficial aqui

Peter Buck deu uma entrevista para Goldmine.

Clique aqui para ler.

Michael Signs on with Vic Chestnutt Film Executive Producer

notícia oficial aqui

Michael Stipe será o produtor executivo do filme sobre o cantor e compositor Vic Chestnutt morto ano passado.

Reveal - 10 Anos

O álbum Reveal do R.E.M. completou 10 anos no último dia 14.

Segue reportagem da revista veja da época falando sobre o álbum.

Matéria original aqui.

Nos últimos vinte anos, poucas bandas causaram tanta inveja e admiração entre os próprios músicos de rock quanto o R.E.M. Por exemplo: depois de ouvir o novo disco dos americanos, Reveal, que chega às lojas brasileiras nesta semana, o cantor irlandês Bono Vox não mediu palavras. "O álbum é tão bom que fiquei doente. Acho que são fortes concorrentes ao título de melhores do mundo", disse ele. Bono, vale lembrar, é líder do U2, um dos grupos mais populares do planeta. O que justifica essa reverência é o fato de o R.E.M. ter realizado um feito raro – ao mesmo tempo que sua popularidade crescia sem parar, a banda manteve a aura da época de sua fundação, quando só encontrava fãs nas rádios universitárias dos Estados Unidos. Com 45 milhões de discos vendidos pelo mundo e um contrato de 80 milhões de dólares com a gravadora Warner, o R.E.M. certamente já não faz mais parte do underground. Para estourar, contudo, ele nunca recorreu a canções pop "assobiáveis", não simplificou seus arranjos nem barateou suas letras. Manteve-se fiel a um estilo que combina o folk rock dos anos 60 e a energia punk do final dos anos 70. Acima de tudo, o R.E.M. contou com o enorme carisma do letrista e vocalista Michael Stipe.


Stipe é um pop star atípico. Feioso e desengonçado, nunca deu a mínima para o glamour. Seu visual magérrimo e com a cabeça raspada chegou a suscitar boatos de que ele seria portador do HIV – o que o cantor nega com veemência. Stipe reluta em falar com a imprensa, mas às vezes usa a mídia de maneira surpreendente. Confessou ser bissexual, por exemplo, durante um bate-papo informal com os leitores da revista inglesa Q. "Desfrutei de sexo com homens e mulheres", disse ele, que teria no currículo namoricos com o ator Stephen Dorff (o protagonista do filme Cecil Bem Demente) e com a destrambelhada cantora Courtney Love. Sua carreira não se limita à música. Nos últimos anos, ele se revelou um ousado produtor cinematográfico. Bancou Velvet Goldmine, retrato do ambiente roqueiro nos anos 70, e o impagável Quero Ser John Malkovich. Também já exibiu uma "faceta fotógrafo" no livro Two Times Intro: on the Road with Patti Smith, registro de uma turnê da cantora americana realizada em 1995. Patti Smith é, aliás, uma artista idolatrada por Stipe. Ele costuma dizer que resolveu ser astro de rock aos 16 anos, logo depois de comprar o álbum Horses, no qual Patti supostamente realizou o casamento entre punk e poesia – o que quer que isso seja.

Nascido em 4 de janeiro de 1960 na Geórgia, a Bahia dos Estados Unidos, Stipe passou a infância pulando de uma cidade para outra – seu pai era militar e vivia sendo transferido. No final da adolescência ele se fixou em Athens, em seu Estado natal, a fim de estudar artes plásticas. Pouco depois, conheceu o guitarrista Peter Buck (uma espécie de enciclopédia ambulante do rock). No começo da amizade, a principal diversão da dupla era freqüentar bares e shows da região vestidos de mulher. Stipe também ensaiava discursos em que dizia frases de efeito como "Nunca li nenhum outro livro depois de Pé na Estrada, de Jack Kerouac". Em 1980, os dois se juntaram ao baixista Mike Mills e ao baterista Bill Berry para fundar o R.E.M.

Logo de início, o grupo teve dois méritos: retomou a tradição do grande rock americano numa época dominada pela new wave e começou a atrair a atenção para o filão alternativo, de onde surgiram mais tarde fenômenos como Soul Asylum e Nirvana. Seu primeiro disco foi Murmur, de 1983. Desde então, a banda fez outros onze lançamentos. Mais do que gravar discos marcados por um conceito, no entanto, seu forte é criar canções que atravessam o tempo sem nunca cheirar a naftalina – caso de So.Central Rain, The One I Love e Losing My Religion, todas com mais de dez anos e que ainda soam novinhas em folha. O CD Reveal tem uma música desse tipo, Imitation of Life, que desde já garante seu lugar entre as melhores composições do grupo. E há outras boas faixas, como The Lifting e All the Way to Reno, na qual Stipe reafirma seu talento de letrista. Que Renato Russo o quê...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

R.E.M. na TV Cultura

Amanhã às 19:30, a tv cultura vai transmitir a segunda parte do documentário sobre as bandas alternativas dos Estados Unidos que possui como um dos seus maiores ícones o R.E.M.

Fique ligado.

Para mais informações clique aqui.

Michael Stipe tentou salvar Kurt Cobain

Vocalista do R.E.M., Michael Stipe diz que tentou salvar Kurt Cobain

DE SÃO PAULO

notícia original aqui.

Michael Stipe, vocalista da banda R.E.M., diz que convidou Kurt Cobain (1967-1994) para um dueto para "salvar a vida" do líder do Nirvana.

A revelação foi feita à revista "Interview".

Stipe contou ainda que mandou uma passagem aérea e um motorista para a casa de Cobain em Seatlle para buscá-lo para a gravação, mas ele se recusou a sair de casa.

"Fiz aquilo para tentar ajudar a salvar a vida dele. A colaboração era uma desculpa para contatá-lo. Ele estava realmente em um péssimo momento."

REM - The Tube 1983/1985

1983



1985

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Entrevista - Scott McCaughey (inglês)

Scott McCaughey começou a tocar com a banda na turnê Monster de 1995. Ele concedeu uma entrevista bacana onde fala um pouco de seus projetos e, claro, R.E.M.


quarta-feira, 4 de maio de 2011

Discoverer - (vídeo oficial)

Foi divulgado o vídeo oficial da música Discoverer do álbum Collapse Into Now


Resumo de Notícias oficiais

Times Talks to be webcast on facebook

notícia oficial aqui

Michael Stipe dará uma entrevista sobre o Collapse Into Now no facebook.

Read Michael´s "Favorite Interview I have ever done"

notícia oficial aqui

Michael Stipe deu uma entrevista para a revista Interview Magazine onde disse que foi a sua entrevista favorita. Clique aqui.

"Times Talks" with Michael on May 4th in NYC

notícia oficial aqui

Michael Stipe participou do programa Time Talks e comentou sobre o Projeto de Filmes para o Collapse Into Now. Clique aqui.

Lifes rich Pageant 25th Anniversary Edition coming July 12

notícia oficial aqui

Será lançado no dia 12 de julho a edição de comemoração de 25 anos de lançamento do disco Life´s rich Pageant. O lançamento será composto de dois discos, o primeiro terá uma versão remasterizada do álbum original e o segundo será composto por demos.

R.E.M.: Lifes Rich Pageant (25th Anniversary Edition) (2CD, digital)
Disc One: álbum original remasterizado
1. Begin The Begin
2. These Days
3. Fall on Me
4. Cuyahoga
5. Hyena (Album Version)
6. Underneath The Bunker
7. The Flowers of Guatemala
8. I Believe
9. What If We Give It Away?
10. Just a Touch
11. Swan Swan H
12. Superman

Disc Two: The Athens Demos – música inéditas
(Gravadas em março de 1986 no Estúdio John Keane em Athens, GA)
1. Fall On Me
2. Hyena
3. March Song (King Of Birds)
4. These Days
5. Bad Day
6. Salsa (Underneath The Bunker)
7. Swan Swan H
8. Flowers Of Guatemala
9. Begin The Begin
10. Cuyahoga
11. I Believe
12. Out Of Tune
13. Rotary Ten
14. Two Steps Onward
15. Just A Touch
16. Mystery To Me
17. Wait
18. All The Right Friends
19. Get On Their Way (What If We Give It Away)

domingo, 1 de maio de 2011