sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Notícia oficial: Live Clip of Oh My Heart at Stereogum

Vídeo ao vivo de Oh My Heart no Stereogum

notícia oficial no site

O site Stereogum.com publicou um vídeo ao vivo da banda tocando Oh My Heart no estúdio Hansa em Berlim. Clique aqui (ou veja abaixo) para ver o Michael falando sobre a música e a apresentação.

R.E.M. - "Oh My Heart" Video (Live In Studio) from stereogum on Vimeo.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Notícia oficial: Mike Talks about Collapse Into Now

Mike fala sobre o Collapse Into Now

notícia oficial no site

No começo da semana Mike deu uma entrevista para Rich McLaughlin na qual ele descreve o processo de gravar o novo álbum e fala sobre outros assuntos.

Clique aqui para ler a entrevista

domingo, 23 de janeiro de 2011

R.E.M. - California Dreaming

Uberlin



ÜBERLIN

hey now take your pills and
hey now make your breakfast
hey now comb your hair and off to work
crash land no illusions no collision no intrusion
my imagination run away

I know, I know, I know what I am chasing
I know, I know, I know that this is changing me

I am flying on a star into a meteor tonight
I am flying on a star, a star, a star
I will make it through the day and then the day becomes the night
I will make it through the night

ah hey now take the u-bahn
five stops, change the station
hey now don't forget: the change will save you
hey now count a thousand milion people that's astounding
chasing through the city with their stars so bright

I know, I know, I know what I am chasing
I know, I know, I know that this is changing me

I am flying on a star into a meteor tonight
I am flying on a star, a star, a star
I will make it through the day and then the day becomes the night
I will make it through the night

well I don't mind repeating I am not complete
I have never been the gifted type well
hey man tell me something
are you off to somewhere?
do you want to go with me tonight?

I know, I know that this is changing
we walk the streets to feel the ground I'm chasing through ÜBerlin

I am flying on a star into a meteor tonight
I am flying on a star, a star, a star
I will make it through the day and then the day becomes the night
I will make it through the night

sábado, 22 de janeiro de 2011

Não vai ter turnê para o Collapse Into Now

Infelizmente o R.E.M. não vai sair em turnê para divulgar o novo álbum Collapse Into Now. O site athensmusicandarts.tumblr.com divulgou a notícia através do empresário da banda, Bertis Down. De acordo com Bertis, "a banda não sai em turnê para todos os álbuns e este é um destes casos".

Fica a torcida para que o álbum posterior ao Collapse Into Now saia rápido.

R.E.M. - Personality Crisis

Atualizações do menu lateral direito

O blog recebeu algumas atualizações no menu lateral direito.

A primeira modificação foi a inclusão do banner Listen Now do remhq contendo as 4 primeiras músicas divulgadas do novo álbum Collapse Into Now.

Na seção de links, foram feitas três inclusões:

Site de fãs italianos
www.remfan.it

Páginas pessoais do Michael Stipe

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Notícia oficial: Uberlin World Premiere Monday January 24th

Estreia mundial de Uberlin no dia 24 de janeiro, segunda-feira

notícia oficial no site

O Ken Bruce Show da BBC Radio 2 vai fazer a estreia mundial de Uberlin na segunda-feira, dia 24 de janeiro entre as 9:00 até o meio dia. Os ouvintes podem escutar o Ken Bruce Show aqui.

Os ouvintes irlandeses poderão ouvir Uberlin no Colm Hayes Show segunda-feira depois do meio-dia.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

R.E.M. com Natalie Merchand - Sloop John

Notícia oficial: 4th of July Weekend Update

4 Músicas de Collapse Into Now

notícia oficial no site

Nós postamos um player com 4 músicas do Collapse Into Now no tocador HQTV. Você pode acessá-lo clicando no banner acima à direita contendo o texto "Listen Now" (do remhq ou do blog). As músicas disponíveis são "Mine Smell Like Honey," "Discoverer," "It Happened Today," and "Oh My Heart." Dê uma olhada!!!

Notícia oficial: Lyric Video for Mine Smell Like Honey

Video com a letra de Mine Smell Like Honey

notícia oficial no site

Veja o fantástico vídeo com a letra de Mine Smell Like Honey embaixo:

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Notícia oficial: Mine Smell Like Honey Single Out Today

A música Mine Smell Like Honey está à venda hoje

notícia oficial no site


O primeiro single americano da banda chamado Mine Smell Like Honey está à venda hoje à partir de hoje no iTunes, Amazon.com e outras lojas online.

Não esqueça de visitar o canal da banda no youtube para verificar os vídeos contendo as letras de outras três faixas do álbum Collapse Into Now, "Oh My Heart," "It Happened Today," e "Discoverer." Você também pode ver o trailer do novo álbum.

O disco Collapse Into Now será lançado no dia 8 de março.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Laughing (1983)

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

R.E.M. "Mine Smell Like Honey"



Mine Smell Like Honey

I would dare you, but I know I don't need to
You're going to do just what you want to
You're going to take the leavings here at the fairground
You're going to sing the praises of your fruit

Mine smell like honey, uh!
Mine smell like honey, uh!
Mine smell like hu, hu, hu, hu, honey, uh!

Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Climb a mountain, climb it steeper, steeper!
Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Track a trail of honey through it all

If the end comes faster than we had expected
And predictions lead us to the final fall
If the flowers crack the grave (grain?) and leave the patterns of the pavement
I can hear you shouting over it all

Mine smell like honey, uh!
Mine smell like honey, uh!
Mine smell like hu, hu, hu, hu, honey, uh!

Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Climb a mountain, climb it steeper, steeper!
Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Track a trail of honey through it all

Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Climb a mountain, climb it steeper, steeper!
Dig a hole, dig it deeper, deeper!
Track a trail of honey through it all

You track a trail of honey through it all
You track a trail of honey

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

R.E.M. no Rock in Rio 3 - Faz 10 anos!!!!!!!!!!

Extraído do site cornflake promises

REM - Rock in Rio 3

Por que não sorrir?

Por Giselle Fleury

Mas... por que não chorar também? Por que não deixar a emoção fluir tão naturalmente quanto as quase duas horas de show que o R.E.M. fez ontem para o Rio de Janeiro e todo o resto do mundo ver? Por que não deixar que esta emoção te leve às lágrimas em meio à uma multidão solitária na qual o melhor amigo é alguém que consegue pular no mesmo pique que você? Por quê? Porque o Rio de Janeiro ontem, 13 de janeiro de 2001, foi palco do melhor show que já presenciei até hoje, a melhor forma de se passar uma noite de sábado, a banda mais carismática, simpática e talentosa de todos os tempos. E, exageros à parte, qualquer ser humano normal que esteve na Cidade do Rock nesta noite há de concordar comigo. Qualquer ser humano que tenha rock e emoção correndo nas veias.

Festivais costumam ser cansativos e demorados pois, na maioria das vezes, as grandes atrações são as últimas e você tem que enfrentar longas horas de espera e outros shows na frente. Este Rock in Rio III não está sendo diferente. Mas a espera de ontem valeu por todo o festival, mesmo sem ter visto o Neil Young ainda. E não foi uma boa espera. Antes da Cássia Eller entrar e fazer um tremendo show, cinco horas e meia me separaram dos primeiros acordes musicais da noite. E depois dela ainda tive a difícil tarefa de 'engolir' Fernanda Abreu e Beck, sendo recompensada pela presença iluminada do Barão Vermelho no meio tempo e a empolgação dos caras do Foo Fighters imediatamente antes. Só que tudo foi devidamente esquecido e superado quando passando da uma da manhã Michael Stipe, Peter Buck e Mike Mills subiram ao palco mundo do RIR III para fazerem o melhor do show da noite e, provavelmente, um dos melhores do festival.

O cenário todo colorido e brilhante da turnê de Up serviu como pano de fundo para "Finest Worksong", música que abriu a festa. A multidão se aglomerava em torno das grades, das caixas de som, todos querendo um lugar de privilégio para ver o que, graças à Deus, eu vi a dez centímetros de distância! Stipe pulou pelos oitenta metros de palco o tempo todo, andou por entre a multidão que, desesperada, tentava segura-lhe a mão e cantou inúmeros hits da carreira do R.E.M. pelas duas horas de show que se seguiram. Um set list quase perfeito (veja pela mão dos próprios integrantes, na foto acima), que só não foi perfeito mesmo porque eles só tinham duas horas para mostrar vinte anos de excelente trabalho. Mas ninguém saiu de lá reclamando.

No meio de canções como "Fall on me", que facilmente me levaram às lágrimas, "Wake up bomb", "The great beyond", "So. Central Rain", "At my most beautiful", "Loosing my religion" e "Man on the moon", ainda couberam duas músicas inéditas ("She just wants to be" e "The lifting"), que estarão no disco novo, Reveal, a sair em maio deste ano, segundo Stipe, e que foram apresentadas ao público pela primeira vez na noite de ontem. Stipe, Buck e Mills ainda deliciavam-se com caipirinhas, com a multidão gritando por eles e pedindo mais a cada música que acabava e com praticamente todas suas canções cantadas em uníssono por umgrupo que povoou os primeiros dez metros de pista desde cedo somente para vê-los.

E a cada música que começava mais pessoas desesperadas gritavam, choravam e cantavam com Stipe como se o mundo fosse acabar logo após o bis. E poderia ter acabado mesmo. Porque Michael destruiu corações e cordas vocais da platéia de ontem ao voltar para o bis com "Everybody hurts", com certeza o momento mais sublime do show.

A esta altura eu já não sabia mais quem eu era e onde estava porque o paraíso havia se aberto acima de mim e nada conseguia me tirar de tal estado de abdução. E o bis durou três músicas, acabando com "It's the end of the world" para ser mais do que perfeito.

Então, já eram quase três da manhã quando o adeus realmente era adeus. A multidão se dispersando e minhas lágrimas caindo cada vez mais intensamente. Porque estava difícil demais de acreditar que eu tinha sobrevivido a tudo e passado por momentos de pura magia, da mais pura alegria. Eu não estive ali. Ou o mundo acabou e tudo não passou de um sonho. Porque eu vi o R.E.M. cantando cinco metros à minha frente e hoje estou sentada em frente a um computador como se nada tivesse acontecido. Mas aconteceu. E as cenas não sairão da minha cabeça. Jamais.

Há 10 anos atrás!!! (R.E.M. no Rock in Rio 3)

Decanos da música americana dão lição de dignidade

Folha de São Paulo (15/01/2001)

ISRAEL DO VALE
ENVIADO ESPECIAL AO RIO

Foi uma lição de dignidade, apesar do showbiz. A primeira apresentação brasileira do REM, na madrugada de domingo (encerramento da segunda noite de festival), foi a súmula de uma banda que atravessou duas décadas -do circuito universitário ao estrelato- sem perder a vitalidade.
Ex-banda indie catapultada pelas "college radios", o REM mostrou que é possível frequentar o balcão de negócios da indústria da música sem precisar vestir o uniforme de camelô do próprio trabalho -com um tabuleiro de hits debaixo do braço e um disco ao vivo de ocasião de tempos em tempos para encher os cofres.

Sim, o REM tem uma fieira considerável de sucessos, até mesmo no Brasil, para um show de duas horas formatado para "cantar juntinho" -e quem não quer um bom refrão pra sair assoviando do show? Disso, nenhuma das 190 mil pessoas que, estima-se, estavam na Cidade do Rock entre 1h15 e 3h de domingo pode se queixar. Das 19 músicas apresentadas no show, bis incluso, pelo menos sete eram hits absolutos -três delas ("One I Love", "Losing My Religion" e "End of the World"), de arrepiar.

Não vai faltar quem se queixe da falta de uma "Shiny Happy People" ou "Radio Song", músicas do indispensável "Out of Time", que estourou o grupo no Brasil na época do Rock in Rio 2 -e lá se vão dez anos. Mas lembrar disso só reforça o tom passadista do evento, que teria uma programação mais que louvável se hoje fosse 15 de janeiro de 1992.

O REM corre em outra categoria, apesar de também caber nessa. Embevecido com e pela caipirinha (chegou a erguer um brinde, de copo em punho no palco, antes de despejar quase tudo duma vez goela abaixo), com o Rio, o céu e os brasileiros, o vocalista e líder do grupo, Michael Stipe, estava em visível êxtase, com os olhos fixos no nada da multidão, olhar paralisado.
Foi bastante generoso no palco, como já tinha sido generoso com os fãs, em aparições-surpresa pelas ruas, de chinelos, nos dias que antecederam seu show. Por mais de uma vez, Stipe desceu do palco para cumprimentar o público.
Enquanto esteve sobre o tablado, fez seu público dançar, pular, cantar junto, levado pela, ainda, assombrosa malha de guitarras que fez a fama da banda.
Em doses maiores ("Pop Song") ou menores (na enérgica "Wake Up", ou ainda na letárgica "Walk Unafraid"), as guitarras são sempre ancoradouro para a fúria doida e/ou doída dos malabarismos vocais de Stipe, malabarismos escorados na melhor utilização de teclados (usados brilhantemente, sem rebuscagem) que o rock dos anos 90 pôde ver.
Foi um show redentor -não só da programação, mas de todo o cinismo embutido no bom-mocismo do slogan que circula pelo shopping center musical plantado na Cidade do Rock.

10 anos de Rock in Rio 3!!!!!!!










quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Wicked Game Cover (1995)

Notícia oficial: Michael to Perform at Tibet House Concert

Michael vai se apresentar no Tibet House Concert

notícia oficial no site

Michael vai se apresentar no dia 3 de março, quinta-feira, no vigésimo-primeiro Tibet House Benefit Concert no Carnegie Hall. Também se apresentarão Philip Glass, Angelique Kidjo, James McCartney, The Roots, Patti Smith (com Jesse Smith) e Michael Campbell. Os ingressos para o show já estão à venda e podem ser adquiridos online pela Brown Paper Tickets chamando Carnegie Charge no 212.247.7800 ou pessoalmente no escritório do Carnegie Hall (57th Street com Seventh Avenue).

Para mais informações sobre o show, visite o site Tibethouse.us.

O site Consequence of Sound publicou uma versão cover de Strange Currencies feita por Sharon Van Etten em um show recente. Clique aqui para conferir.

Leia aqui também um artigo interessante sobre as contribuições que o Peter deu ao disco do The Decemberists chamado The King is Dead.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Rockstory - MTV (trecho)

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Notícia oficial: Michael Starts Tumblr Site

Michael Inicia Site Tumblr

notícia oficial no site

Eu iniciei um site tumbl para celebrar o novo ano de 2011. Ele contém basicamente imagens e estudos. Este site e meu michaelstipe.com são as minhas únicas participações online, eu não estou em nenhuma rede social. Obrigado por visitar, feliz ano novo e aproveite!... um brinde à cultura progressiva no novo ano de 2011!!!

Clique aqui

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Notícia oficial: "Oh my heart" Lyric Video

Vídeo com letra de "Oh My Heart"


notícia oficial no site

Veja o vídeo com a letra da música "Oh My Heart" do álbum COLLAPSE INTO NOW

Aniversário do Michael Stipe (51 anos)

Hoje é o aniversário do Michael Stipe! Nascido em 4 de janeiro de 1959 em Decatur, Geórgia, John Michael Stipe é filho de militar e por isso, costumava se mudar com frequência. Na adolescência se mudou para Athens onde cursou a faculdade de artes na Universidade da Geórgia e onde conheceu Peter Buck em uma loja de discos chamada Wuxtry. Desde então se tornaram grandes amigos chegando a morar juntos na igreja onde o R.E.M. tocou pela primeira vez. Michael e Peter conheceram Bill e Mike e formaram a maior banda de Rock da História. No dia 5 de abril deste ano, o R.E.M. completará 31 anos de existência.