terça-feira, 30 de novembro de 2010

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Collapse Into Now - músicas

Tracklist

1. Discoverer
2. All The Best
3. Uberlin
4. Oh My Heart
5. It Happened Today
6. Every Day Is Yours To Win
7. Alligator Aviator Autopilot Antimatter
8. Walk It Back
9. Mine Smell Like Honey
10. That Someone Is You
11. Me, Marlon Brando, Marlon Brando and I
12. Blue

terça-feira, 23 de novembro de 2010

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

R.E.M. - Austin City Limits to Air Encore of R.E.M. Performance on 11-27

Austin City Limits vai reprisar a apresentação do R.E.M. em 2011

notícia oficial no site

No dia 13 de Março de 2008, o R.E.M. fez a sua primeira apresentação no aclamado programa Austin City Limits da PBS, atualmente o programa que está a mais tempo no ar na televisão. A apresentação inclui várias músicas do Accelerate, o décimo-quarto disco da banda lançado no mês seguinte à apresentação. Foi lançado recentemente um DVD chamado R.E.M. Live From Austin, TX pela New West Records contendo 3 músicas adicionais que não foram ao ar no ACL.

No dia 27 de março do ano que vem, o canal PBS vai retransmitir o show de uma hora da banda. Verifique o horário local.

domingo, 7 de novembro de 2010

Entrevista - Peter Buck (inglês)

Entrevista que o Peter Buck deu para a rádio 93.9 The River em 2008

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Notícia oficial: Mike Talks to Rolling Stone About Collapse Into Now

Mike fala sobre o Collapse Into Now para a Rolling Stone

notícia oficial no site

Após a entrevista de ontem dada para a spin.com, Mike também conversou com a Rolling Stone que postou um artigo sobre o Collapse Into Now aqui.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Novo álbum Collapse Into Now terá participações especiais de Eddie Vedder, Patti Smith e Peaches

O site spin.com publicou um artigo sobre o novo álbum do R.E.M.

De acordo com Mike Mills, Collapse Into Now terá um som mais expansivo do que o anterior Accelerate e terá participações especiais de Eddie Vedder, Patti Smith e Peaches.

Mike Mills também disse que as letras serão mais humanas em oposição ao conteúdo mais político de Accelerate.

As músicas também serão mais lentas, mas contém umas 3 ou 4 de pegada mais rock.

Leia aqui o artigo original